quinta-feira, 19 de novembro de 2020

Primeiras doses da chinesa CoronaVac chegam nesta quinta-feira a SP

 


O Instituto Butantan, parceiro do laboratório chinês Sinovac Biotech nos testes da CoronaVac no Brasil, deve receber o primeiro lote da vacina, com cerca de 120 mil doses, nesta quinta-feira (19).

A informação foi confirmada pelo governador de São Paulo, João Doria.

A data é um dia antes do prazo previsto inicialmente pelo governo. Até o fim de novembro, o estado deve receber a matéria-prima para a produção da CoronaVac no Brasil. Segundo artigo publicado na quarta (17) na revista científica The Lancet, o medicamento está aprovado para ser usado de emergência e em estudos de fase 3.

A vacina ainda tem capacidade de produzir resposta imune no organismo 28 dias após sua aplicação em 97% dos casos. Com a chegada das vacinas prontas e da matéria-prima, a previsão é que até janeiro haja 46 milhões de doses de vacinas para uso no país.

O diretor do Butantan, Dimas Covas, ressaltou que a vacina só será distribuída e aplicada na população após registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O processo ainda depende da finalização dos estudos clínicos em andamento com mais de 10 mil voluntários. Ainda não há prazo para este registro. Bahia.ba

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››