Minha TV

sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Em fase avançada de testes, SSP-BA pretende licitar câmeras corporais até final de 2021

 


O projeto de implementação das câmeras em fardas de oficiais da Polícia Militar, Civil e Bombeiros está em fase avançada de testes. De acordo com Jurandilson Nascimento, capitão da PM e diretor de TI na Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), a expectativa é licitar o equipamento até o final de 2021.

"A secretaria desde 2018 está testando algumas soluções. Entramos em uma fase mais avançada para finalizar o termo de referência. Temos alguns testes, com soluções de empresas diversas, para a PM, bombeiros, Civil. A perspectiva é que até o final do ano consigamos fazer a licitação. Para iniciar um projeto e que possa se expandir para todo o estado, vamos começar aqui em Salvador", revelou ao Bahia Notícias. 

 

Os testes iniciaram em agosto deste ano e, segundo o diretor, atualmente, estão sendo testadas algumas funcionalidades do equipamento. "O foco principal é gravar a imagem do profissional no decorrer das atividades, a imagem fica em um sistema - a depender da relevância por até um ano. [O foco] É transmitir em tempo real as imagens. O centro de operações, poderá puxar, estamos fazendo os testes, geolocalização e alguns testes para cada instituição. Queremos antecipar", disse. 

 

A Polícia Militar da Bahia realizou visita ao estado de São Paulo para acompanhar os resultados no estado . Apesar do avanço nos testes para a Bahia, a ação tem sido feita em ambiente controlado, sem testes nas "atividades reais". 

 

"Estamos fazendo testes com os Bombeiros e depois com PM e Civil. Por ser uma tecnologia nova para a gente, vamos ter um tempo natural de maturação. Infelizmente a abordagem vai para um lado que não queremos, que é a segurança para o policial e a sociedade. A versão dele não precisa ser contada, está registrada. É o contexto de proteção para todos", explicou o militar. Bahia Notícias

NESTE SÁBADO, OCUPAÇÃO CULTURAL REALIZA LIVE MEMÓRIAS DO CARURU

 


De forma virtual, com a participação de 7 cidades de diferentes territórios da Bahia, a Ocupação Cultural, articula, em rede, a Segunda Live Memórias do Caruru. O evento, que acontece pelo segundo ano consecutivo, será neste sábado (24), às 16 horas, mediado por Adriano Pereira e com transmissão ao vivo pelo youtube.

Quem abre a live é a poeta Rosane Jovelino, diretamente da Comunidade Quilombola Kaonge na Bacia do Iguape, cidade de Cachoeira, no Recôncavo baiano. Yalorixá, zeladora do terreiro fundado pelo avô, Rosane, cujo pai nasceu em 27 de setembro, é também gêmea e sua irmã teve gêmeos, tendo, então, uma relação particular com os Ibejis e faz todo ano o caruru, conforme tradição.

Na sequência, diretamente do Quilombo do Oitizeiro, em Itacaré, no Litoral Sul, Mestre Jorge Rasta, mamulengueiro, coreógrafo, percussionista e artesão, criador da Casa dos Bonecos, que realiza há 20 anos, o Caruru dos Ibejis e Pedagogingas, traz também suas memórias.

Do Baixo Sul, participam dois membros da comunidade Caxuté. Diretamente da cidade de Ibirapitanga, Tata Mangoleji, também conhecido como Mestre Chico Nascimento, que cresceu no bairro do Pernambués, na capital baiana, quando sua mãe, Mestra Luiza Cruz do Nascimento, do lendário Terno de Reis Rosa Menina, fazia o tradicional caruru nos anos 60 e 70 e a criançada da rua Tomaz Gonzaga, disputava espaço pra comer na “balbúrdia” em homenagem aos Santos meninos, Cosme e Damião.

Já da cidade de Taperoá, também no Baixo Sul, Cláudio Lisboa, militante do Movimento Negro Unificado, educador, agroecólogo e pesquisador em Segurança Alimentar e Nutricional, também traz suas experiências e memórias. Devoto dos gêmeos, Cláudio segue a tradição, que foi passada pela avó, realizando em casa, seu caruru.

A live volta ao recôncavo, mais precisamente à cidade de Sapeaçu, pra compartilhar, pelo segundo ano consecutivo, a participação de Paula Anias. Mestranda em História Regional e Local e Identidade e Território pela Uneb, escritora, autora do livro “História sua e minha – Beiju de coco da Nenzinha”, que compõe o Acervo Literário das Escritoras Negras Baianas, Paula é gêmea e, juntamente com seu irmão, tem tradição de caruru na família.

Finalizando em Salvador, no bairro da Saúde, com Nazaré Lima e Tato Drumond, que são, respectivamente, Doutora em Letras e Lingüística pela Universidade Federal da Bahia (2007) e pós-doutora em Estudos Literários pela UFMG. Professora aposentada e pesquisadora na área de linguagens e diversidades, sobretudo étnico-racial, Nazaré tem uma relação com o caruru de crente nos ibejis, pra quem sempre fez promessa, pra aliviar as dores do dia a dia. Todo ano, em retribuição aos pedidos atendidos por Cosme e Damião, oferece um caruru, iguaria que adora degustar. Já Tato Drumond, nasceu na Bahia, onde cresceu acompanhando as tradições populares. Comunicólogo e publicitário, foi Representante Territorial de Cultura no Baixo Sul e Vale do Jequiriçá e atualmente reside na capital baiana. É técnico em Gestão de Políticas Culturais pela Fundação Gregório de Matos.

A live acontece pelo segundo ano consecutivo. Ano passado foi mediada por Juscy Souza, integrante do coletivo Ocupação Cultural e esse ano é mediada por Adriano Pereira, idealizador da Ocupação.

Acesse:

https://youtu.be/Z3VMwXxXXbU

Inscreva-se, ative o sininho para ser lembrado e divulgue.

Baixo Sul em Pauta

Limite para operações noturnas com Pix começa a valer em 4 de outubro, diz BC

 


A limitação de R$ 1 mil para operações feitas pelo Pix ou por outros serviços de pagamento entre 20h e 6h começará a valer a partir de 4 de outubro, informou o Banco Central (BC) nesta quinta-feira (23).

Conforme detalhado pelo BC no mês passado, esse limite pode ser alterado em um prazo mínimo de 24 horas e máximo de 48 horas a partir do pedido do cliente.

Resolução aprovada pela autarquia também estabeleceu que até 16 de novembro as instituições devem passar a elaborar relatórios mensais com a compilação dos registros diários de ocorrências de fraudes ou de tentativas de fraudes na prestação dos serviços de pagamento e das medidas corretivas adotadas.

Esses relatórios deverão ser encaminhados aos comitês de auditoria e de risco, à auditoria interna, à Diretoria Executiva e ao Conselho de Administração, se houver.

As novas medidas para aumentar a segurança dos serviços de pagamento vêm após uma série de notícias a respeito do crescimento de crimes, incluindo sequestros relâmpagos, após o advento do Pix, que permite transferências imediatas feitas nos sete dias da semana e a qualquer horário. Blog do Valente

quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Mesmo com retomada de eletivas, Sesab não prevê retorno de Mutirão de Cirurgias

 


Mesmo com a retomada das cirurgias eletivas na Bahia autorizada pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) , ainda não há uma previsão de retorno para o mutirão de cirurgias eletivas itinerante. O serviço é vinculado ao programa Saúde sem Fronteiras e beneficia milhares de baianos em 416 municípios da Bahia desde outubro de 2016.

 

No programa são realizados procedimentos diversos incluindo cirurgias de vesícula, hérnias (inguinal, umbilical e epigástrica), histerectomia (útero) e tireoidectomia (retirada da tireoide) e procedimentos cirúrgicos pediátricos para crianças de 4 anos até 13 anos e 11 meses: amigdalectomia com adenóide; hernioplastias inguinal, umbilical e epigástrica; retossigmoidectomia (retirada da bolsa de colostomia).

 

A indefinição para o retorno do serviço acontece mesmo após a secretária interina da Saúde do estado, Tereza Paim, ter sinalizado para a realização “grandes mutirões dentro dos serviços hospitalares pra ter maior alcance da população”, após meses com esses procedimentos suspensos no estado.  

 

Em fevereiro deste ano, diante do agravamento da crise sanitária da Covid-19 com a chegada da segunda onda de contaminações, que pressionou o sistema de saúde das redes pública e privada de saúde do estado, um decreto do governo aumentou as restrições e proibiu a realização de procedimentos cirúrgicos eletivos não urgentes ou emergenciais nos hospitais do SUS, filantrópicos e particulares.


A Bahia ficou alguns meses com esses procedimentos suspensos ou parcialmente suspensos por causa da pandemia. Na semana passada a secretária interina da Saúde do estado, Tereza Paim, sinalizou que o estado retomaria as cirurgias eletivas 100% nas unidades do SUS. A previsão foi dada na segunda-feira (13), durante inauguração da Policlínica Regional de Saúde de Serrinha .

 

Dados do Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS), disponível no portal do Datasus, do Ministério da Saúde, mostram que na Bahia número de cirurgias no SUS caiu 21% no ano passado durante a emergência sanitária da Covid-19. Enquanto em 2019 foram realizadas 344.731 procedimentos cirúrgicos pelo SUS no estado, em 2020 o total caiu para 271.754. A Bahia teve um índice de redução maior que o registrado no país, que foi de 18%, de acordo com o levantamento. As informações constam nos dados obtidos pelo Fiquem Sabendo, agência de dados especializada no acesso a informações públicas. 

 

Na recomendação que fez para a retomada gradual dos procedimentos cirúrgicos eletivos no estado a Sesab informou que cada unidade de saúde deve estabelecer estratégias de priorização da agenda de cirurgias, observando as características de cada especialidade e as condições clínicas do paciente, cuja espera possa agravar o prognóstico da doença. Bahia Notícias

Operação apreende cocaína e encomendas ilegais nos Correios de Salvador

 


A Receita Federal interceptou 61 encomendas ilegais em uma unidade de distribuição dos Correios em Salvador nesta quarta-feira (22).  Entre os itens estavam iPhones, iPads, MacBooks, smartwatches, perfumes, bebidas e roupas.

A operação, denominada Hermes, foi realizada pela quinta vez e tem como objetivo de reter encomendas de origem estrangeira, enviadas via remessa postal, sem comprovação de importação regular.

A fiscalização contou com o auxílio da Equipe K9 da Receita Federal de Fortaleza. Além dos cães, os auditores utilizam ferramentas de análise de risco para reprimir o envio de mercadorias irregulares por esse meio.

De acordo com a Receita Federal, ações de combate ao contrabando e descaminho inibem a prática de crimes e evitam a circulação em território nacional de produtos potencialmente nocivos à população. Blog do VALENTE

Bahia encaminha pedido de liberação do público aos estádios à Sesab

 


O Bahia protocolou um pedido de liberação à Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) para solicitar a volta dos torcedores no estádio. A solicitação está em análise pela área técnica da pasta e um parecer deve ser enviado ao governador do estado, Rui Costa, até a próxima semana. 

Conforme o documento, o Esquadrão solicita permissão de apenas 30% da capacidade da Arena Fonte Nova, com protocolos sanitários como distanciamento social e uso obrigatório de máscaras. Além disso, apenas tricolores vacinados serão liberados, em caso de aprovação.

Thank you for watching

Na semana passada, a assessoria de imprensa do Bahia divulgou a lista de ‘’grupos prioritários’’ que devem retornar primeiro às arquibancadas. Sócios ‘’Acesso Garantido’’ adimplentes até o dia 30 deste mês serão os primeiros benefeciados. (A Tarde)

Receita libera consulta a último lote de restituição do IR 2021

 


O contribuinte que entregou a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2021 (ano-base 2020) poderá saber, a partir das 10h de hoje (23), se acertou as contas com o Leão. A Receita Federal liberará a consulta ao último dos cinco lotes de restituição deste ano.

Ao todo, 358.162 contribuintes receberão R$ 562 milhões. Além dos contribuintes que entregaram a declaração no prazo, até 31 de maio, a Receita pagará restituição aos que entregaram o documento com atraso, até 15 de setembro, e não caíram na malha fina.

Thank you for watching

O restante tem prioridade legal, sendo 4.955 contribuintes idosos acima de 80 anos, 47.465 contribuintes entre 60 e 79 anos, 4.927 contribuintes com alguma deficiência física, mental ou moléstia grave e 19.211 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

A partir do próximo mês, o Fisco só liberará as restituições a contribuintes que tenham caído na malha fina em 2021 ou em anos anteriores e tenham retificado a declaração, corrigindo inconsistências ou erros de informação.

O dinheiro será pago em 30 de setembro. A consulta pode ser feita na página da Receita Federal na internet. Basta o contribuinte clicar no campo “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, “Consultar Restituição”. A consulta também pode ser feita no aplicativo Meu Imposto de Renda, disponível para os smartphones dos sistemas Android e iOS.

A consulta no site permite a verificação de eventuais pendências que impeçam o pagamento da restituição – como inclusão na malha fina. Caso uma ou mais inconsistências sejam encontradas na declaração, basta enviar uma declaração retificadora e esperar os próximos lotes.

Calendário

Inicialmente prevista para terminar em 30 de abril, o prazo de entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física foi encerrado em 31 de maio por causa da segunda onda da pandemia de covid-19. Apesar do adiamento, o calendário original de restituição foi mantido, com cinco lotes a serem pagos entre maio e setembro, sempre no último dia útil de cada mês.

A restituição será depositada na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda. Se, por algum motivo, o crédito não for realizado, como no caso de conta informada desativada, os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil.

Nesse caso, o cidadão pode reagendar o crédito dos valores de forma simples e rápida pelo Portal BB, ou ligando para a Central de Relacionamento BB por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos). (Agência Brasil)

Sesab autoriza presença de acompanhantes de gestantes, mas visitas seguem proibidas

 


Após meses com visitas e a presença de acompanhantes suspensas nos hospitais da Bahia, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), por meio do Centro de Operações de Emergência em Saúde (COE), divulgou nota técnica, orientando unidades de saúde e secretarias municipais de Saúde, com relação a proteção da saúde de gestantes, puérperas e neonatos, principalmente no que se refere a presença de acompanhantes e visitantes, durante a pandemia de Covid-19.

 

No documento, a pasta reconhece a importância da presença de acompanhante durante o trabalho de parto, o parto e pós-parto, mas destaca a necessidade de reduzir o fluxo de pessoas nos ambientes das unidades de saúde durante o período de crise sanitária. Diante disso, é permitida a presença de acompanhante apenas durante a evolução do parto com o distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas presentes.

 

De acordo com a nota técnica, cada paciente pode ter apenas um acompanhante durante todo o tempo de internamento. Essa pessoa deve ter idade entre 18 e 59 anos, não pode apresentar sintomas gripais nem ter tido contato com pessoas com sintomas gripais nos 14 dias que antecedem a internação.

 

É exigida ainda o uso de máscara cirúrgica durante todo o período de permanência na unidade e no caso de pacientes menores de 18 anos, o acompanhante deverá ser o pai, a mãe ou responsável legal.

 

ALOJAMENTO CONJUNTO

A Sesab informou ainda que como medida de proteção, estão suspensos, nos alojamentos conjuntos, a presença de visitas e acompanhante, com exceção dos casos em que recém-nascidos ou puérperas necessitem de cuidados - a exemplo de mulheres submetidas a cesariana ou menores de idade.

 

Durante o internamento, as visitas estão suspensas. A Sesab considera que os pais não são visitas e que um deles pode exercer esse direito, desde que não tenha diagnóstico de Covid-19 e não apresente sintomas gripais. Bahia Notícas

 

Em locais de que oferecem condições de distanciamento entre as internadas ou com acomodações privativas, é recomendável um acompanhante único, regular, desde que esteja assintomático, tenha entre 18 e 59 anos, e não tenha tido contato com pessoa com síndrome gripal ou infecção por Covid-19.

 

“Importante ressaltar que estas recomendações foram baseadas nas informações disponíveis até o momento, que podem ser revisadas com base em novas publicações e estudos científicos, durante a vigência da epidemia, e que as medidas não são válidas para parturientes com suspeita ou diagnóstico confirmado de Covid-19”, acrescentou a Sesab.

Postagens mais antigas ››