sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Jovem que filmou agressão de PM entra em programa de proteção a testemunhas


O jovem que filmou a agressão que um policial militar fez contra um adolescente, em Salvador, foi incluído no programa de proteção a testemunhas e defensores de direitos humanos.
O pedido foi feito pelo Coletivo de Entidades Negras (CEN). O jovem já havia revelado, em entrevista à TV Bahia, que tem medo de sofrer represálias. Por isso, não voltou mais ao bairro de Paripe, onde mora e onde o crime aconteceu, no último domingo (2).
“Eu tinha ido para o trabalho e quando eu estava lá, fazendo o serviço, vieram várias mensagens de pessoas falando que o policial estava procurando quem foi que tinha feito o vídeo e que poderia ter caso até de represália. Eu decidi não voltar para o bairro, não dormir em casa, porque eu não sei o que poderia acontecer”, contou. Bahia.ba

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››