sexta-feira, 7 de junho de 2019

Secretaria da Educação de Cairu promove Formação sobre Educação Especial




Cerca de 80 servidores da Secretaria da Educação de Cairu (SEDUC) receberam na última terça-feira (04), no Convento Santo Antônio, a Formação para a Educação Especial, ministrada pela professora municipal e especialista em Educação Especial, Liliane Reis. A capacitação foi promovida pela SEDUC contando também com o apoio e participação das Secretarias Municipais de Políticas Sociais e da Saúde, visando melhorar o atendimento pedagógico aos alunos com necessidades especiais.  As aulas foram ministradas com carga horária total de 08 horas.
O curso abordou as leis que garantem os direitos das pessoas com necessidades especiais. E além de ser um aperfeiçoamento para que os servidores tenham condições de atender esse público de forma inclusiva, a capacitação também é um instrumento de avanço na carreira.
A Secretária da Educação Luana Figueiredo e a Diretora Pedagógica Cris Maciel que participaram do evento, também relataram as novas ações que tem contribuído com o desenvolvimento das crianças. "É o momento de não ficarmos com o conhecimento somente dentro das escolas, mas de podermos contribuir com a formação da sociedade. A Educação Inclusiva é um grande desafio que a Prefeitura de Cairu encarou e estabeleceu metas e projeto para que haja progresso significativo na aprendizagem", enfatizou a coordenadora.
"A Prefeitura tem investido na Educação Inclusiva, que  passa pela acessibilidade dos prédios escolares, a capacitação dos servidores municipais, a presença de mediadores em sala de aula e agora com a aquisição de material específico adaptado a cada caso para atendimento educacional especializado. Além disso, estamos trabalhando em rede com outros órgãos para que os estudantes tenham a devida assistência não só dentro da escola para o avanço na aprendizagem, mas também o acompanhamento dos profissionais necessários e seus direitos garantidos", pontuou a secretária de Educação, Luana Figueiredo.
A Secretaria da Educação mapeou os alunos matriculados e as necessidades de adaptação no suporte pedagógico, visitando cada unidade, identificando suspeitas e fazendo encaminhamentos com os pais, através de relatórios dos professores. Fruto desse trabalho, alguns estudantes já foram encaminhados ao CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e passaram a receber benefício de acordo com a faixa de renda de suas famílias, sendo mais um auxílio para o acompanhamento dessas crianças. Uma  cartilha também foi confeccionada pela professora Anita Serbilla para apoio aos professores da rede.


0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››