Minha TV

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Segurança do Extra fala primeira vez após morte de jovem: “Ele me agrediu”




O segurança do supermercado Extra, Davi Ricardo Moreira Amâncio, acusado de ter matado o jovem Pedro Henrique Gonzaga, de 19 anos, com uma “gravata”, no último dia 14 de fevereiro, no Rio de Janeiro, falou pela primeira vez com a imprensa, em entrevista ao programa Domingo Espetacular, da TV Record.
Davi garantiu que o jovem teria tentado pegar a arma dele após fingir um desmaio. “Ele me agrediu literalmente. Já chegou me empurrando (…) Ele me agrediu, fazia força e eu o tempo todo tentando conter esse rapaz. Não dava pra perceber, mas acreditava que ele estava fingindo, como ele fingiu das outras duas vezes. Tive medo de sair de cima dele e ele se revoltasse, acordasse como quando ele partiu pra cima de mim e fazer um estrago ali naquela loja”, descreveu.
Segundo o vigia Edmilson Felix, também ouvido pela Record TV, a versão do segurança é verdadeira. “Quando os dois caem no chão, o coldre do Davi arrebenta, eu vi, e a arma fica vulnerável. Vi o Pedro sacando a arma e virando o revólver. Eu consegui intervir colocando a mão no tambor. Eu travei a arma e evitei que ele fizesse o disparo”, contou.
Davi foi indiciado pela Polícia Civil por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, e responde em liberdade.


*VN

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››