sábado, 26 de dezembro de 2020

Estudo aponta que mais de 220 mil brasileiros podem ter morrido por coronavírus

 


Um estudo realizado pela organização global Vital Strategies apontou que o Brasil já pode ter superado a marca de 220 mil mortes pelo novo coronavírus. Na quinta-feira (24), o Ministério da Saúde apontou 190 mil óbitos em decorrência da doença.

De acordo com o levantamento, as 33 mil mortes supostamente omitidas no balanço podem ter sido incluídas nas estatísticas como síndrome respiratória aguda grave (SRAG). Contudo, os pacientes que teriam morrido pela síndrome apresentavam três ou mais sintomas clínicos da Covid-19.

Por causa disso, esses pacientes deveriam ter sido diagnosticados como suspeitos, mesmo que os testes fossem negativos. Essa alteração seguiria o protocolo da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os dados observados pelo levantamento foram coletados no Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe), do Ministério da Saúde. Até 14 de dezembro, o país registrou 242.249 mortes por SRAG. Do número total, 68.631 pacientes não tiveram a causa do óbito especificada, mas 32.923 possuíam sintomas da Covid-19, a exemplo da falta de ar, tosse e saturação do oxigênio menor do que 95%.

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››