sexta-feira, 19 de junho de 2020

Após ameaças, presidente da Fundação Palmares determina home office de servidores



Foto: Facebook
Foto: Facebook

Demonstrando constantemente nenhuma preocupação com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, decidiu determinar que os servidores da entidade passem a trabalhar em esquema de home office.
A decisão, segundo ele, ocorreu devido a ameaças. “Recebemos ameaças de invasão ao prédio e violência contra o presidente e servidores da instituição, proferidas e organizadas via grupo de aplicativo de mensagens e comprovadas por cópias que serão entregues às autoridades”, diz um ofício, de quarta (17), divulgado pela fundação. Com informações da coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

Bahia.ba*

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››