terça-feira, 12 de maio de 2020

Pesquisa aponta que reprovação do governo de Bolsonaro aumentou 12 pontos em quatro meses

Foto: Marcos Corrêa/ PR
Foto: Marcos Corrêa/ PR

O governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) teve uma das piores avaliações desde quando assumiu o cargo em 2019. Segundo a pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) com o Instituto MDA a soma de pessoas que consideram o governo como ruim e péssimo teve um aumento de 31% para 43,4%.
A pesquisa aponta que Bolsonaro perdeu o apoio de parte da população e essa é a sua pior avaliação da sua gestão e pessoal. A fatia dos que avaliam o governo como ótimo ou bom passou de 34,5% para 32% entre janeiro e maio deste ano. Aqueles que avaliam o governo como regular eram 32,1% e, agora, são 22,9%.
O desempenho pessoal do presidente na gestão também sofreu queda de 47,8% para 39,2% em aprovação. A desaprovação subiu de 47% para 55,4%, também o mais negativo nos levantamentos CNT/MDA. Os que não opinaram ou não souberam responderam representam 5,4%.
As piores avaliações do governo e pessoal do presidente haviam sido registradas em agosto de 2018, quando apontou que 53,7% dos entrevistados desaprovavam o presidente e 39,5% reprovavam o governo.
Foram feitas 2.002 entrevistas por telefone entre 7 e 10 de maio em 494 municípios de 25 Unidades da Federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Bahia.ba*

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››