segunda-feira, 29 de julho de 2019

Professores da rede municipal de ensino cairuense iniciam capacitação para incentivar o empreendedorismo em estudantes




Por meio da parceria entre Prefeitura de Cairu e o Sebrae, professores da rede municipal de ensino começaram a ser capacitados  para despertar o empreendedorismo em crianças e adolescentes, este  é um dos principais objetivos do Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP). Nesta segunda-feira (29), os professores da Escola Municipal Abdon Abdala Ché iniciaram as  oficinas de capacitação que devem seguir até o dia 31/07, na unidade de ensino será implantado o projeto piloto de empreendedorismo. No ano letivo de 2020, a iniciativa será ampliada para as demais escolas do município - arquipélago.
O JEPP faz parte do Programa de  Educação do Sebrae e tem o objetivo de preparar os alunos para enfrentar os desafios futuros do mercado de trabalho. É destinado a crianças e jovens do Ensino Fundamental. Usando recursos lúdicos como ferramentas de envolvimento e fixação de conceitos, as oficinas geram interesse sobre o mundo dos negócios, ensinando aos alunos como dar os primeiros passos rumo ao sucesso em sua vida profissional futura.
"As disciplinas de Turismo, Cultura e Cidadania terão enfoque no empreendedorismo. Já sensibilizamos alunos, equipe gestora e professores, confecionamos os livros com os eixos e conteúdos do programa Educação Empreededora e agora toda a equipe envolvida estará preparada para o sucesso do projeto piloto. Sinto-me especialmente empolgada porque esses jovens terão um incentivo para que, no cenário em que vivem, possam empreender, formar grupos de start-up, e obter retorno financeiro com produtos ou serviços que a sua comunidade precisa, sem precisar importar mão de obra ou itens de fora. Cairu tem muito potencial e agora a juventude terá a ferramenta.  A grande sacada do prefeito Fernando Brito em aderir a esse projeto tem esse objetivo: capacitar desde cedo os cairuenses para saberem fazer negócio com criatividade de atender as demandas existentes nas localidades do município", enfatizou a secretária da Educação, Luana Figueiredo.
Os professores serão agentes multiplicadores e protagonistas dos cursos, pois são eles que deverão repassar os conteúdos para os alunos. Após o repasse em sala de aula, será a culminância do projeto com a realização de uma feira ao final do ano letivo, com todos os trabalhos desenvolvidos pelos estudantes.



0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››