quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Pobreza extrema cresce em 25 estados brasileiros, diz estudo


Um estudo feito pela Tendências Consultoria, divulgado pelo G1 nesta quarta-feira (10), mostra que o percentual de famílias que vivem em extrema pobreza aumentou em quase todos os estados do Brasil nos últimos quatro anos, em especial no Nordeste.
Segundo a medição do governo, a condição de extrema pobreza atinge pessoas com renda familiar per capita de até R$ 85 por mês.
Na média nacional, a miséria subiu para 4,8% da população em 2017, contra 3,2% em 2014. Nestes quatro anos, ela só não aumentou em dois dos 27 estados brasileiros: Tocantins e Paraíba.
Sete estados nordestinos tiveram uma piora da situação, sendo Bahia, Sergipe e Piauí os com o maior crescimento da pobreza extrema. No Maranhão, ela chegou a 12% em 2017, o pior resultado do país.
O Acre foi o estado que mais teve um aumento da pobreza extrema entre 2014 e 2017, de 5,6%. Já os estados do Sul e Sudeste estão entre os menos prejudicados pela crise, apesar da piora generalizada.
*NM

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››