segunda-feira, 6 de abril de 2020

Varejo brasileiro projeta perda de R$ 738 milhões na Páscoa


Os efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus seve gerar uma perda de receita de R$ 738 milhões na Páscoa. O faturamento deve alcançar R$ 1,6 bilhão, ante R$ 2,2 bilhões do ano passado. A estimativa é da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Caso confirmada, significará uma perda de 31,6% .

“Os efeitos da pandemia de Covid-19 restringiram dramaticamente o fluxo de consumidores nas lojas. Há registro de quedas de 35% no comércio de rua e de 50% nos shopping centers ao longo do mês passado (março)”, informou o presidente da CNC, José Roberto Tadros. O recuo ocorre mesmo com alguns empreendimentos ampliando a presença no segmento de delivery.

Fabio Bentes, economista da CNC responsável pelo trabalho, chama atenção para o aumento do dólar e a aversão ao crédito, por parte do consumidor, para o consumo dos produtos considerados não essenciais. “Estes acabam sendo problemas de menor magnitude perto dos efeitos negativos que a crise deverá provocar sobre o mercado de trabalho”, adverte. Bahia.ba

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››