quarta-feira, 24 de julho de 2019

Acusados de hackear celulares de Moro e Dallagnol são transferidos

Foto: Divulgação/PF
Foto: Divulgação/PF

Os quatro homens acusados de invadir e roubar mensagens do celular do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e do procurador da República e coordenador da Operação Lava Jato no Paraná, Deltan Dallagnol, foram transferidos para Brasília, na noite da terça-feira (23).
Os suspeitos foram presos na Operação Spoofing e já prestaram depoimento na Superintendência da Polícia Federal do Distrito Federal.
O interrogatório começou por volta das 20h e não tem horário previsto de conclusão, de acordo com informações da PF do Distrito Federal.
A Polícia Federal não informa a identidade dos quatro suspeitos, dois deles presos na cidade de São Paulo, um em Araraquara e outro em Ribeirão Preto.

Bahia.ba*

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››