quarta-feira, 29 de maio de 2019

Sol Almeida alega ter sido expulsa da Aviões do Forró e pede indenização milionária

Foto: Arquivo Pessoal/Instagram
Foto: Arquivo Pessoal/Instagram

A relação com um ex nem sempre são flores, Solange Almeida que o diga. A cantora entrou com um processo contra o Grupo Aviões referente a sua saída da banda em 2017 e pede uma indenização de R$ 5 milhões.
No processo que corre na Vara Cível na Comarca de Fortaleza, a baiana, que alega ter sido expulsa da banda, pedia que os bens do grupo, como ônibus, valores bancários e empreendimentos fossem bloqueados.
De acordo com o jornal ‘O Povo’, o juiz responsável pela análise da ação indeferiu o pedido pelo fato da artista ter entrado com o processo dois anos após sua saída do grupo.
Confira um trecho do processo:
“Ocorre que em setembro de 2016 os sócios Carlinhos Aristides e Isaias CD – sem qualquer justificativa para tanto – comunicaram a cantora Solange Almeida que a ‘banda’ não tinha mais interesse na sua permanência, como se isso fosse possível e que a mesma só era bem vinda até o término do carnaval de 2017”.
Segundo a assessoria de Sol, a artista teria tentado resolver a questão com os ex-sócios, mas não obteve um bom resultado.
“O único objetivo da ação judicial em questão é a de ver reconhecidos os direitos da artista Solange Almeida pelos seus mais de 11 (onze) anos de banda Aviões do Forró e que até agora não foram pagos pelos administradores da empresa e demais sócios que permaneceram na banda”, informa a nota.

Bahia.ba*

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››