sexta-feira, 2 de março de 2018

Bahia lidera ranking de geração de emprego no Nordeste


Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) apurados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais do Estado (SEI) revelam que a Bahia gerou 5.547 postos de trabalho com carteira assinada em janeiro deste ano. Resultado positivo decorre da diferença entre 48.484 admissões e 42.937 desligamentos.
Após eliminação líquida de 145, 1.187 e 2.872 postos de trabalho nos meses de janeiro dos anos anteriores, a Bahia exibiu registro positivo. O saldo de janeiro de 2018 foi maior que o resultado de dezembro, quando 12.457 postos de trabalho foram suprimidos, sem as declarações fora do prazo.
Análise regional
Em relação ao saldo de postos de trabalho, a Bahia (+5.547 postos) ocupou a primeira posição dentre os estados nordestinos e a oitava dentre os estados brasileiros em janeiro de 2018. No Nordeste, além da Bahia, apenas o Ceará (+1.653) registrou saldo positivo. Todos os outros sete estados da região apresentaram desempenho negativo no primeiro mês do ano: Pernambuco (-4.837 postos), Paraíba (-3.255 postos), Alagoas (-2.189 postos), Piauí (-941 postos), Sergipe (-788 postos), Rio Grande do Norte (-639 postos) e Maranhão (-586 postos).
Região Metropolitana e interior
Na análise dos dados referentes aos saldos de empregos distribuídos no estado em janeiro de 2018, constata-se ganho de emprego na RMS e no interior. De forma mais precisa, enquanto na RMS foram criados 2.100 postos de trabalho no primeiro mês do ano, no interior foram geradas 3.447 posições celetistas.

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››